Adeus, SHOXX!

sh200105099_0

Infelizmente, a SHOXX chega ao fim. Culpa da crise que arrasa o mercado editorial. O grupo Ongakusenkasha [音楽専科社], que publica a revista, decretou falência com um débito de 4 milhões de ienes e ninguém parece interessado em arrendar a marca.

Quando comecei a me interessar pela cena, as edições antigas da revista eram uma das principais referências de arquivo para se resgatar material das bandas dos anos 90. Hoje, 285 edições depois, a revista mais parece um catálogo de moda. O último número conta com o SuG na capa. Mais simbólico da decadência do próprio visual kei impossível. O encerramento da FOOL’S MATE (publicação bem superior, diga-se) e o enxugamento da Cure já eram prenúncios de que a coisa não estava muito boa.

De todo modo, algumas páginas me marcaram muito, como a cobertura do Extasy Summit ’91, a capa com o hide servindo a própria cabeça em uma bandeja, as fotos do M×A×S×S pendurado de ponta-cabeça ou a matéria sobre o lançamento do filme Seth et Holth. Essa edição com o SEX MACHINEGUNS na praia foi a primeira SHOXX que conheci e me dá uma nostalgia tremenda vê-la. Segue o féretro.

500 melhores discos de visual kei de todos os tempos

Publiquei esse material há alguns anos no Rate Your Music, mas, como ele tem circulado por aí, resolvi trazê-lo para o blog em versão traduzida.

A apresentadora de radio Akemi Oshima, famosa por suas aparições no tradicional HOT WAVE (TV Saitama) e envolvimento na produção dos quatro volumes da série Visual-kei DVD MAGAZINE, editou em livro, em julho de 2013, a primeira tentativa de passar a limpo a história do visual rock através da seleção de 500 álbuns lançados dos anos 80 até hoje. Oshima também é a empresária do grupo Ninjaman Japan e uma das principais patrocinadoras do V-ROCK FESTIVAL. Além dela, a seleção contou com outros nove participantes: Hiroko Yamamoto, Naoko Takeichi, Kazumi Kano, Tomonori Nagasawa, Yuki Sugie, Yuka Sugie, Kyosuke Tsuchiya, Rie Makino e Miho Ito.

É importante ter em mente o nome dos envolvidos antes de começar e, especialmente, discutir essa lista. A meu ver, o caráter predominante mainstream, que ignora inúmeros lançamentos independentes importantes, pode ser explicado pelo time envolvido na organização.

Enfim, como toda lista de música, essa provavelmente vai render horas e horas de discussão. É definitivamente muito material para dar conta, das bandas glam que tocavam heavy metal tradicional e as darks influenciadas pela cena “positive punk” britânica (como definiu o jornalista Richard North na edição de fevereiro de 2013 da NME em artigo sobre o Bauhaus e Theatre of Hate) aos grupos que parecem extraídos direto de uma vitrine de loja de Harajuku dos dias de hoje. Mesmo que a lista não seja perfeita ou completa, a senhora Oshima merece os parabéns por agitar as coisas e começar essa discussão do zero. Como todo mundo interessado em escavar a história da música japonesa deve saber a esse ponto, a indústria local não é afeita às listas de melhores discos.

O livro também apresenta uma mesa redonda sobre a evolução da cena com Chisato (Penicillin), Keiyuu (Kra) e Subaru (Royz), cronologia de eventos, artigos sobre moda e shows, uma introdução aos grupos ocidentais influenciados pelas bandas japonesas e muito mais.

Part 1. Pre-VISUAL ROCK Era~1980’s

BOW WOW / ACTION! / NOVELA / AUTO-MOD / VOW WOW / LOUDNESS / ZIGGY / SNAKE HIP SHAKES / RED WARRIORS / BUCK-TICK / DEAD END / GASTUNK / 聖飢魔II [Seikima-II] / 筋肉少女帯 [Kinniku Shōjo Tai] / DEVILS / 44MAGNUM / DER ZIBET / SOFT BALLET / マダム・エドワルダ [MADAME EDWARDA] / EARTHSHAKER / SHOW-YA / De-LAX / PRESENCE / MAKE-UP / AURA

 BOW WOW– BOW WOW (1976)

ACTION! – HOT ROX (1984)

Novela –魅惑劇 [Miwakugeki] (1980)

AUTO-MOD – Requiem ~滅びゆく時代へのレクイエム~ [Horobi yuku jidai he no Requiem] (1983)

VOW WOW – BEAT OF METAL MOTION (1984)

VOW WOW – VOW WOW III (1986)

LOUDNESS – DISILLUSION (1984)

LOUDNESS – THUNDER IN THE EAST (1985)

ZIGGY – Hot Lips (1988)

SNAKE HIP SHAKES – SNAKE HIP SHAKES (2000)

RED WARRIORS – LESSON 1 (1986)

RED WARRIORS – CASINO DRIVE (1987)

BUCK-TICK – SEXUAL×××××! (1987)

BUCK-TICK –狂った太陽 [Kurutta taiyō] (1991)

BUCK-TICK – Six / Nine (1995)

BUCK-TICK – Memento Mori (2009)

DEAD END – DEAD LINE (1986)

DEAD END – GHOST OF ROMANCE (1987)

DEAD END – ZERO (1989)

DEAD END – DREAD DEMON ANALYZER (2012)

GASTUNK – UNDER THE SUN (1987)

聖飢魔II [Seikima-II] – THE END OF THE CENTURY (1986)

聖飢魔II [Seikima-II] – LIVING LEGEND (1999)

筋肉少女帯 [Kinniku Shōjo Tai] –仏陀L [Buddha L] (1988)

筋肉少女帯 [Kinniku Shōjo Tai] –猫のテブクロ [Neko no Tebukuro] (1989)

筋肉少女帯 [Kinniku Shōjo Tai] –月光蟲 [Gekkō-chū] (1990)

DEVILS – …Fuck off die (1989)

44 MAGNUM – DANGER (1983)

44 MAGNUM – Actor (1985)

Der Zibet – VIOLETTER BALL ~紫色の舞踏会~ [Murasakiiro no Butōkai] (1985)

Der Zibet – ROMANOID 2 (2012)

SOFT BALLET – EARTH BORN (1989)

SOFT BALLET – INCUBATE (1993)

マダム・エドワルダ [MADAME EDWARDA] – ヒステリックな侯爵夫人 [Hissuteriku na kōshaku fujin] (1984)

Earthshaker – Earthshaker (1983)

Earthshaker – Midnight Flight (1985)

SHOW-YA – MASQUERADE SHOW (1985)

SHOW-YA – Outerlimits (1989)

De-LAX – SENSATION (1988)

PRESENCE – PRESENCE (1987)

MAKE-UP – Howling Will (1984)

AURA – Thesauras (1990)

 

Part 2. The Dawn of VISUAL ROCK Era -1990~1994

X / X JAPAN / ZI:KILL / LADIES ROOM / 東京ヤンキース [TOKYO YANKEES] / Gilles de Rais / VIRUS / COLOR / かまいたち [Kamaitachi] / LUNA SEA / Eins:Vier / GARGOYLE / 黒夢 [KUROYUME] / Silver Rose / D’ERLANGER / Die In Cries / AION / BODY / STRAWBERRY FIELDS / JUSTY-NASTY / BY-SEXUAL / GRAND SLAM / DECAMERON / 幻覚アレルギ- [Genkaku Allergy] / SISTER’S NO FUTURE / Three Eyes Jack / D.T.R. / MORRIE / ジョリーピックルス [JOLLY PICKLES] / Kneuklid Romance / GRIMM THE CAPSULE / Eupholia / Of-J / DEEP / Media-Youth / PATA / TOSHI / SCREAMING MAD GEORGE & PSYCHOSIS / SCANCH / GILLE’ LOVS / MARCHOSIAS VAMP / SCARE CROW / EX-ANS / Billy & The Sluts / Merry Go Round / 死異紋危異 [Seamonkey] / GLAY

 X – VANISHING VISION (1988)

X – BLUE BLOOD (1989)

X – Jealousy (1991)

X JAPAN – ART OF LIFE (1993)

X JAPAN – DAHLIA (1996)

ZI:KILL – CLOSE DANCE (1990)

ZI:KILL – DESERT TOWN (1991)

ZI:KILL – ROCKET (1993)

LADIES ROOM – SEX SEX SEX (1989)

LADIES ROOM – Made in SEX (1991)

LADIES ROOM – SUPER GIRL (1995)

東京ヤンキース [TOKYO YANKEES] – Do the DIRTY (1991)

東京ヤンキース [TOKYO YANKEES] – GHOSTRIDER (1993)

Gilles de Rais –殺意[Satsui] (1992)

Gilles de Rais – Gilles de Rais (1993)

VIRUS – MATERIALS (1990)

COLOR –激突[Gekitotsu] (1989)

COLOR – FOOLS! GET LUCKY!! (1989)

かまいたち [Kamaitachi] –はちゃめちゃ狂 [Hachamecha Kyō] (1990)

LUNA SEA – LUNA SEA (1991)

LUNA SEA – MOTHER (1994)

LUNA SEA – STYLE (1996)

LUNA SEA – SHINE (1998)

LUNA SEA – LUNA SEA (2011)

Eins: Vier – CHAOS MODE (1990)

Eins: Vier – Walk (1995)

Eins: Vier – SONG REMAINS THE SAME (1996)

Gargoyle –禊〜みそぎ〜 [Misogi] (1989)

Gargoyle –天論 [Tenron] (1993)

Gargoyle –月の棘 [Tsugi no Toge] (1994)

黒夢 [KUROYUME] –亡骸を・・・ [Nakigara o…] (1993)

黒夢 [KUROYUME] –迷える百合達〜Romance of Scarlet〜 [Mayoeru Yuritachi] (1994)

黒夢 [KUROYUME] – Feminism (1995)

黒夢 [KUROYUME] – FAKE STAR~I’M JUST A JAPANESE FAKE ROCKER~(1996)

黒夢 [KUROYUME] – Headache and Dub Reel Inch (2011)

Silver~Rose – Labyrinth~迷宮~ (1993)

D’ERLANGER – LA VIE EN ROSE (1989)

D’ERLANGER – BASILISK (1990)

D’ERLANGER – D’ERLANGER (2009)

DIE IN CRIES – VISAGE (1992)

DIE IN CRIES – NODE (1992)

AION – HUMAN GRIEFMAN (1990)

AION –愛音~AION~(1992)

Body – FLAME (1994)

STRAWBERRY FIELDS – nouvelle parfum (1991)

JUSTY-NASTY – J (1991)

BY-SEXUAL – Cracker (1991)

GRAND SLAM – RHYTHMIC NOISE (1990)

DECAMERON –名曲アルバム [Meikyoku Album] (1990)

幻覚アレルギ- [Genkaku Allergy] – Psyche:Delic (1994)

SISTER’S NO FUTURE – SISTER’S NO FUTURE I~DEMONSTRATION~ (1992)

THREE EYES JACK – T・E・R・R・O・R・I・S・T (1993)

D.T.R. – DIRTY TRASHROAD (1994)

D.T.R. – DARING TRIBAL ROAR (1995)

MORRIE – ignorance (1990)

MORRIE – ロマンティックな、余りにロマンティックな [Romantikku na, amari ni romantikku na] (1992)

MORRIE – 影の饗宴 [Kage no Kyoen] (1995)

ジョリーピックルス[JOLLY PICKLES] – 黒じゃない世界 [Kuro Janai Sekai] (1992)

THE MAD CAPSULE MARKETS – MIX-ISM (1994)

THE MAD CAPSULE MARKETS – 010 (2001)

Kneuklid Romance – 「Chain」… (1996)

GRIMM THE CAPSULE – TASTE ME! (1995)

橘高文彦 [Fumihiko Kittaka] – Euphoria (1994)

Of-J – anamorphosis (1993)

DEEP – 路地裏と少年 [Rodjiura to Shōnen] (1994)

media youth – Awake of youth (1993)

media youth – Spiral Colors (1996)

PATA – PATA (1993)

Toshi – made in HEAVEN (1992)

Toshi – GRACE (1995)

Toshi – 碧い宇宙の旅人 [Aoi Hoshi no Tabibito] (1997)

SCREAMING MAD GEORGE & PSYCHOSIS – TRANSMUTATION (1993)

SCANCH – すかんち:恋の薔薇薔薇殺人事件 [Koi No Barabara Satsujin Jiken] (1992)

GILLE’ LOVES – 薔薇色の吸血鬼 [Barairo no kyūketsuki] (1994)

Marchosias Vamp – In Kazmidity (1990)

Marchosias Vamp –ルネサンス [RINASCIMENTO] (1993)

SCARE CROW –立春 [Risshun] (1994)

EX-ANS – Habit of Sex (1990)

BILLY & THE SLUTS –ひとつ目うさぎの大逆襲 [Hitotsume usagi no dai gyakushū] (1991)

Merry Go Round – -S- (1996)

死異紋危異 [Seamonkey] – ちょうちんふかし [Chō-chin fukashi] (1991)

GLAY – 灰とダイヤモンド [Hai to Diamond] (1994)

 

Part 3. The Golden Era of VISUAL ROCK Era -1995~1999

GLAY / Luis-Mary / THE YELLOW MONKEY / Aliene Ma’riage / La’cryma Christi / SHAZNA / FANATIC◇CRISIS / MALICE MIZER / PENICILLIN / hide / Laputa / ROUAGE / ILLUMINA / ZIGZO / SEX MACHINEGUNS / SOPHIA / D-SHADE / SUGIZO / J / 河村隆一 [Ryuichi Kawamura] / SIAM SHADE / GUNIW TOOLS / Lastier / MASCHERA / machine / La’Mule / FEEL / ENDLESS / MIRAGE / LU⊃A / CLOSE / D≒SIRE / ユースクエイク [YOUTHQUAKE] / Valentine D.C. / CHISATO / HAKUEI / ReDiean;mode / THE DEAD P☆P STARS / nuvɔ:gu / Sleep My Dear / 雫… [Shizuku] / SPEED-iD / kyo / ZEPPET STORE / zilch / P.A.F / heath / ROLLY / PIERROT / Romance for~ / DIR EN GREY / Plastic Tree / TRANSTIC NERVE / Λucifer [Lucifer] / CRAZE / INORAN / THE SLUT BANKS / THE SADS / s

GLAY – Speed Pop (1995)

GLAY – BEAT out! (1996)

GLAY – Beloved (1996)

GLAY – GLAY (2010)

Luis~Mary –砂漠の雨 [Sabaku no Ame] (1992)

THE YELLOW MONKEY – EXPERIENCE MOVIE (1993)

THE YELLOW MONKEY – jaguar hard pain 1944〜1994 (1994)

THE YELLOW MONKEY – FOUR SEASONS (1995)

THE YELLOW MONKEY – SICKS (1997)

Aliene Ma’riage – Les Soirée 夜の舞踏会 ~ 洗礼の章 『生誕篇』[Yoru no Butōkai~Senrei no Shō ‘Shōtan Hen’] (1999)

La’cryma Christi – Sculpture of Time (1997)

La’cryma Christi – Lhasa (1998)

La’cryma Christi – Magic Theatre (2000)

La’cryma Christi – ZEUS (2005)

SHAZNA – Promise Eve (1997)

SHAZNA – GOLD SUN AND SILVER MOON (1998)

FANATIC◇CRISIS – ONE -one for all- (1998)

FANATIC◇CRISIS – THE.LOST.INNOCENT (1999)

FANATIC◇CRISIS – marvelous+ (2004)

MALICE MIZER – Memoire (1994)

MALICE MIZER – Voyage sans retour (1996)

MALICE MIZER – Merveilles (1998)

MALICE MIZER –薔薇の聖堂 [Bara no Seidō] (2000)

PENICILLIN – Missing Link (1994)

PENICILLIN – Limelight (1997)

PENICILLIN – Ultimate Velocity (1998)

PENICILLIN – Supernova (2008)

hide – HIDE YOUR FACE (1994)

hide – PSYENCE (1996)

hide with Spread Beaver – Ja, Zoo (1998)

Laputa – 眩~めまい~暈 [Memai] (1995)

Laputa –麝~ジャコウ~香 [Jakō] (1998)

ROUAGE – BIBLE (1996)

ROUAGE – SOUP (1998)

iLLUMINA – I’m here (1999)

ZIGZO – MONSTER MUSIC (1999)

ZIGZO – THE BATTLE OF LOVE (2012)

SEX MACHINEGUNS – SEX MACHINEGUNS (1998)

SEX MACHINEGUNS – MADE IN JAPAN (1999)

SEX MACHINEGUNS – HEAVY METAL THUNDER (2005)

SOPHIA – ALIVE (1998)

SOPHIA – マテリアル [Material] (1999)

SOPHIA – 進化論 [Shinkaron] (2001)

SOPHIA – Band Age (2009)

D-SHADE – True (1998)

Sugizo – TRUTH? (1997)

Sugizo – C:LEAR (2003)

Sugizo – COSMOSCAPE (2008)

J – PYROMANIA (1997)

J – BLOOD MUZIK (2001)

J – ON FIRE (2012)

河村隆一 [Ryuichi Kawamura] – Love (1997)

河村隆一 [Ryuichi Kawamura] – 深愛〜only one〜 [Shinai] (2001)

河村隆一 [Ryuichi Kawamura] – ORANGE (2007)

SIAM SHADE – SIAM SHADE II (1995)

SIAM SHADE – SIAM SHADE III (1996)

SIAM SHADE – SIAM SHADE IV・Zero (1998)

SIAM SHADE – SIAM SHADE V (1998)

SIAM SHADE – SIAM SHADE VI (2001)

GUNIW TOOLS – OTHER GOOSE (1997)

Lastier – DEPARTURES (1999)

MASCHERA – iNTERFACE (1998)

machine – captain sonic tune (1999)

La’Mule – inspire (1998)

FEEL – RISE (1998)

FEEL – FACE 2 FACE (1999)

ENDLESS – BONNIE AND CLYDE (1999)

MIRAGE – Arcadia (1997)

LU⊃A – CUSTOMIZE (2000)

D≒SIRE – 終末の情景 -La Scene Du Finale- [Shūmatsu no Jōkei] (1995)

Valentine D.C. –パロディ [Parody] (1994)

Valentine D.C. – GENERATION (1998)

CHISATO – CYBER SOUL PAVILION (1999)

HAKUEI – ANGEL TRIP (1996)

REDIEAN;MODE – No Problem (1995)

THE DEAD P☆P STARS – D.P.S. (1997)

nuvɔ:gu – SENSUAL WORLD (1995)

Sleep My Dear – MIRAGE (1994)

Sleep My Dear – φ [phi] (1996)

雫… [Shizuku] – 夢を忘れた遺伝子 [Yume o wasureta idenshi] (1997)

SPEED-iD – iD THE D・O・S EDITION (1997)

Kyo –異邦人 Alien [Ihōjin] (1994)

Kyo – Zoo (1998)

ZEPPET STORE – 716 (1996)

ZEPPET STORE – CUE (1997)

zilch – 3.2.1. (1998)

P.A.F. – Patent Applied For (1998)

heath – Gang Age Cubist (1998)

Rolly – Rolly’s Rockrolly (1996)

Rolly – 2001 (2001)

PIERROT – CELLULOID (1997)

PIERROT – FINALE (1999)

PIERROT – PRIVATE ENEMY (2000)

PIERROT – HEAVEN: THE CUSTOMIZED LANDSCAPE (2002)

PIERROT – ID ATTACK (2003)

Romance for~ – A Place in the Sun (1998)

DIR EN GREY – GAUZE (1999)

DIR EN GREY – MACABRE (2000)

DIR EN GREY – VULGAR (2003)

DIR EN GREY – UROBOROS (2008)

Plastic Tree – Hide and Seek (1997)

Plastic Tree – Puppet Show (1998)

Plastic Tree – トロイメライ[Träumerei] (2002)

Plastic Tree –    ウツセミ[Utsusemi] (2008)

Plastic Tree – ゲシュタルト崩壊 [Gestaltzerfall] (2009)

TRANSTIC NERVE – SHELL (1998)

TRANSTIC NERVE – セルフラッシュ[Cell Flash] (1999)

Λucifer [Lucifer] – LIMIT CONTROL (1999)

CRAZE – BE CRAZY (1995)

CRAZE – SPIRAL (2003)

INORAN – [Sō] (1997)

INORAN – Watercolor (2010)

INORAN – Dive youth, Sonik dive (2012)

THE SLUT BANKS – 死霊の激愛~Do or die~ [Shiryō no geki ai] (1997)

THE SLUT BANKS – CYCLO (2012)

sads – SAD BLOOD ROCK ‘N’ ROLL (1999)

sads – BABYLON (2000)

sads – THE 7 DEADLY SINS (2010)

s – 四次元図鑑 [Yojigen Zukan] (2000)

 

Part 4. The Ice Age of VISUAL ROCK -2000~2004-

Janne Da Arc / Kagrra / 雅~MIYAVI~ / Gackt / Psycho le Cému / Fatima / DuelJewel / cali≠gari / ムック [MUCC] / DASEIN / Waive / 蜉蝣 [Kagerō] / MERRY / 宇宙戦隊NOIZ [UchuSentai:Noiz] / きわもの達の快楽 [Kiwamonotachi no kairaku] / メトロノーム [Metronome] / Raphael / JILS / Dué le quartz / Moi dix Mois / 陰陽座 [Onmyo-Za] / 犬神サーカス団 [Inugami Circus-dan] / Shulla / OBLIVION DUST / BLue-B / BUG / Ra:IN / rice / STRAY PIG VANGUARD / EllDorado / MASK / Crack6 / ALI PROJECT / S.Q.F / Aioria / Schwarz Stein / R*A*P / 清春 [KIYOHARU] / 特撮 [Tokusatsu] / FAKE? / Dope HEADz / CASCADE / LAREINE / wyse / CLOUD / LAID / JURASSIC / Blüe / FAIRY FORE / baroque / e.mu

Janne Da Arc – D・N・A (2000)

Janne Da Arc – Z-HARD (2001)

Janne Da Arc – GAIA (2002)

Janne Da Arc – ANOTHER STORY (2003)

Janne Da Arc – ARCADIA (2004)

Kagrra, – [Sakura] (2001)

Kagrra, – 雫-shizuku- (2007)

Kagrra, – 百鬼絢爛 [Hyakki Kenran] (2011)

Miyavi – 【雅-galyuu-流】 (2003)

Miyavi – 雅-THIS IZ THE JAPANESE KABUKI ROCK- (2008)

GACKT – MARS (2000)

GACKT – MOON (2002)

GACKT – RE:BORN (2009)

Psycho le Cému – Doppelganger (2000)

Psycho le Cému – Frontiers (2003)

Fatima – NOBLE KING SNAKE (2003)

Fatima – Exit (2005)

DuelJewel – BULLET (2007)

DuelJewel – Luminous (2011)

cali≠gari – 第7実験室 [Dai 7 Jikkenshitsu] (2002)

cali≠gari – cali≠gariの世界 [cali≠gari no sekai] (2009)

ムック [MUCC] –是空 [Zekū] (2003)

ムック [MUCC] –球体 [Kyūtai] (2009)

ムック [MUCC] –カルマ [Karma] (2010)

DASEIN –現存在 [Gensonzai] (2001)

DASEIN – HYPER BEAT ЯOCK (2002)

Waive – INDIES2 (2004)

Waive – HURT. (2005)

蜉蝣 [Kagerō] –蜉蝣 [Kagerō] (2003)

蜉蝣 [Kagerō] –愚弄色 [Gurōshoku] (2005)

MERRY –現代ストイック[Gendai Stoic] (2003)

MERRY – M.E.R.R.Y. (2007)

MERRY – Under-world (2009)

UchuSentai:Noiz – CUBE (2008)

Various Artists – きわもの達の快楽 [Kiwamonotachi no kairaku] (2002)

メトロノーム [Metronome] – 1 メトロノーム [Metronome] (2003)

Raphael – 不滅華 [Fumetsuka] (2001)

JILS – Chronicles JILS 1999-2001 (2001)

Dué le quartz – Best Album (2002)

Moi dix Mois – Dix Infernal (2003)

Moi dix Mois – Dixanadu (2007)

陰陽座 [Onmyo-Za] – 鳳翼麟瞳 [Hōyoku Rindō] (2003)

陰陽座 [Onmyo-Za] – 鬼子母神 [Kishimojin] (2011)

犬神サーカス団 [Inugami Circus-dan] –神の犬 [Kami no inu] (2003)

Shulla – XII [twelve] (2004)

OBLIVION DUST – Radio Songs: Best of Oblivion Dust (2001)

OBLIVION DUST – 9 Gates for Bipolar (2012)

BLue-B – Traces (2000)

BUG – BUGMANIA (2002)

BUG – red rip xtc (2010)

Ra:IN – The Line (2003)

Ra:IN – Before the Siren (2006)

rice – Neil (2010)

STRAY PIG VANGUARD –トラッシュNo.1 [Trash] (2001)

STRAY PIG VANGUARD – MIXTURE (2003)

EllDorado – FLYING DRAGON (2003)

MASK – MASKING Super Best (2006)

Crack6 – Trinity (2003)

Crack6 – Trickster (2012)

ALI PROJECT –汎新日本主義 [Han Shinnihon Shugi] (2010)

ALI PROJECT –贋作師 [Gansakushi] (2012)

S.Q.F – SPINNING Q FACTOR (2000)

S.Q.F – Cold Romance (2006)

Aioria – 〜煌め逝く瞬間〜 [Kirameyuku Toki] (2002)

Schwarz Stein – New vogue children (2003)

R*A*P –未来☆ワールド [Miraiwarudo] (2006)

清春 [KIYOHARU] – Poetry (2004)

清春 [KIYOHARU] – Vinnybeach〜架空の海岸〜 [Kakū no Kaigan] (2006)

清春 [KIYOHARU] – madrigal of decadence (2009)

特撮 [Tokusatsu] –爆誕 [Bakutan] (2000)

Fake? – Breathe in… (2002)

Fake? – Made with Air (2005)

Dope HEADz – Primitive Impulse (2001)

Dope HEADz – PLANET OF THE DOPE (2002)

CASCADE – VIVA NICE BEST (2002)

CASCADE –メガラニカ [Megaranika] (2010)

LAREINE –フィエルテの海と共に消ゆTHE LAST ROMANCE[Fierte no Umi to Tomo ni Kiyu] (2000)

Wyse – W×Y×S×E (2003)

CLOUD – twelve message (2001)

LAID – BACK IN THE EARTH (2000)

JURASSIC – ROCK THE WILD SIDE (2002)

Blüe – CHRONOGATE (2000)

FAIRY FORE – HEAVEN’S MARKET (2002)

baroque – 東京ストリッパー [Tokyo Stripper] (2002)

baroque – Sug Life (2004)

e.mu – FORCE of FIFTH (2000)

 

Part 5. The Rise of Neo-VISUAL ROCK Generation

the GazettE / 大日本異端芸者 ガゼット [Dainihon Itangeisha Gazetto] / NIGHTMARE / ALICE NINE / ドレミ團 [DOREMIdan] / Kra / jealkb / D’ESPAIRSRAY / シド [SID] / 彩冷える -ayabie- / アンティック-珈琲店- [AN CAFE] / D / VIDOLL / Phantasmagoria / 12012 / LULU / 人格ラヂオ [Jinkaku Radio] / 黒色すみれ [Kokusyoku Sumire] / DAIGO☆STARDUST / BREAKERZ / RENTRER EN SOI / Tourbillon / the FLARE / Shelly Trip Realize / TINC / DELUHI / グランロデオ[GRANRODEO] / 仙台貨物 [Sendai Kamotsu] / 凛 [Lin] / カラス [Karasu] / Libraian / ALvino / Sugar / INO HEAD PARK / イロクイ。[Irokui.] / 愛狂います。 [Aicle.] / ギルガメッシュ [girugämesh] / Acid Black Cherry / Dacco / heidi. / Kaya / NoGoD / Angelo / SCREW / 少女-ロリヰタ-23区 [Shōjo Lolita23q] / vistlip / Versailles / 摩天楼オペラ [Matenrou Opera] / ViViD / Mix Speaker’s, Inc. / Sadie / boogieman / LM.C / lynch. / kannivalism / CREATURE CREATURE / Moran / 杉本善徳 [Yoshinori Sugimoto] / the Underneath / Brother / ゾロ [ZORO]

the GazettE – Disorder (2004)

the GazettE – NIL (2006)

the GazettE –大日本異端芸者的脳味噌逆回転絶叫音楽集 [Dainihon Itangeishateki Noumiso Gyaku Kaiten Zekkyou Ongenshuu] (2006)

the GazettE – DIM (2009)

the GazettE – DIVISION (2012)

NIGHTMARE – Ultimate Circus (2003)

NIGHTMARE –リヴィド [Libido] (2004)

NIGHTMARE – anima (2006)

NIGHTMARE – the WORLD Ruler (2007)

NIGHTMARE – majestical parade (2009)

ALICE NINE – Vandalize (2009)

ALICE NINE – GEMINI (2011)

ALICE NINE – “9” (2012)

ドレミ團 [DOREMIdan] – カレイドスコープ [Kaleidoscope] (2006)

ドレミ團 [DOREMIdan] – ドントレットミーダウン [Don’t Let Me Down] (2009)

Kra – ケラビアンナイト[Krabian Night] (2006)

Kra – dhar・ma (2007)

Kra – エスケープ [Escape] (2008)

jealkb – 狼煙 -NOROSHI- (2008)

jealkb – Invade (2011)

D’espairsRay – REDEEMER (2009)

D’espairsRay – IMMORTAL (2009)

シド [SID] – 憐哀 -レンアイ- [Renai] (2004)

シド [SID] – PLAY (2006)

シド [SID] – Hikari (2009)

彩冷える -ayabie- – バージンスノーカラー [Bājin Sunō Karā] (2006)

彩冷える -ayabie- – 彩-irodori- (2010)

アンティック-珈琲店- [AN CAFE] – 色彩モーメント [Shikisai Moment] (2005)

アンティック-珈琲店- [AN CAFE] – マグニャカルタ[Magnya Carta] (2006)

アンティック-珈琲店- [AN CAFE] – 極魂Rock Cafe [Gokutama] (2008)

D – Genetic World (2009)

D – VAMPIRE SAGA (2011)

VIDOLL – V.I.D〜Very Important Doll〜 (2006)

VIDOLL – Esoteric Romance (2009)

Phantasmagoria – Dejavu~Sanctuary Of Revival~ (2008)

12012 – 12012 (2012)

LuLu – 日本医療革命 [Nippon iryō kakumei] (2008)

人格ラヂオ [Jinkaku Radio] – 一秒 [Ichi byō] (2010)

黒色すみれ [Kokusyoku Sumire] – Gothlolic (2009)

DAIGO – DaigoStardust Best (2009)

BREAKERZ – FIGHTERZ (2009)

BREAKERZ – GO (2011)

RENTRER EN SOI – RENTRER EN SOI (2006)

Tourbillon – HEAVEN (2005)

Tourbillon – A Tide of New Era (2006)

The FLARE – The FLARE (2006)

Shelly Trip Realize – BRILLIANT WORLD (2005)

TINC – Voyage (2007)

DELUHI – Surveillance (2008)

DELUHI – ユグドアライヴ -Yggdalive- (2009)

GRANRODEO – Instinct (2008)

GRANRODEO – SUPERNOVA (2011)

仙台貨物 [Sendai Kamotsu] –送る言葉 [Okuru Kotoba] (2004)

仙台貨物 [Sendai Kamotsu] –人生ゲイム [Jinsei Game] (2006)

仙台貨物 [Sendai Kamotsu] –凸 ~デコ~ [Deko] (2009)

凛 [Lin] – Independent “MAZE” (2011)

カラス [Karasu] – Lastica (2010)

Libraian – Bullet Queen (2008)

ALvino – ALflavor (2007)

ALvino – Wings of Music (2011)

Sugar – Sweetest (2008)

Ino Head Park – Never Land (2006)

イロクイ。[Irokui.] – うたうくちびる [Utau Kuchibiru] (2008)

愛狂います。 [Aicle.] –アルク [Aruku] (2011)

girugämesh – 13’s Reborn (2006)

girugämesh – girügamesh (2007)

girugämesh – GO (2011)

Acid Black Cherry – BLACK LIST (2008)

Acid Black Cherry – Q.E.D. (2009)

Acid Black Cherry – 『2012』 (2012)

Dacco – トゥモロー [Tomorrow] (2007)

Dacco – TOUGH!! (2012)

heidi. –イノセンス [Innocence] (2008)

heidi. –閃光メロウ [Senkō Mellow] (2010)

Kaya – Glitter (2006)

NoGoD –夢幻教 [Mugenkyō] (2008)

NoGoD –現実 [Genjitsu] (2011)

Angelo – REBIRTH OF NEWBORN BABY (2007)

Angelo – METALLIC BUTTERFLY (2009)

Angelo – BABEL (2011)

SCREW – Fusion of the Core (2007)

SCREW – DUALITY (2010)

SCREW – 糜爛-BIRAN- (2012)

少女-ロリヰタ-23区 [Shōjo Lolita23q] – Brand New World (2007)

少女-ロリヰタ-23区 [Shōjo Lolita23q] – WORLD end’s GALAXY (2012)

vistlip – THEATER (2009)

vistlip – ORDER MADE (2011)

Versailles – NOBLE (2008)

Versailles – JUBILEE (2010)

Versailles – Holy Grail (2011)

摩天楼オペラ [Matenrou Opera] – ANOMIE (2009)

摩天楼オペラ [Matenrou Opera] – JUSTICE (2012)

摩天楼オペラ [Matenrou Opera] –喝采と激情のグロリア [Kassai to Gekijou no Gloria] (2013)

ViViD – THE ViViD COLOR (2009)

ViViD – INFINITY (2012)

Mix Speaker’s, Inc. – MONSTERS~ポケットの中にはJUNK STORY~ [Pocket no Naka ni ha] (2008)

Mix Speaker’s, Inc. – It’s a Dream World (2011)

Sadie – MASTER OF ROMANCE (2009)

Sadie – COLD BLOOD (2011)

boogieman – BOOGIEMAN (2010)

LM.C – GLITTER LOUD BOX (2007)

LM.C – GIMMICALIMPACT!! (2008)

LM.C – WONDERFUL WONDERHOLIC (2010)

lynch. – THE AVOIDED SUN (2007)

lynch. – I BELIEVE IN ME (2011)

kannivalism – Nu Age. (2007)

kannivalism – Helios (2010)

Creature Creature – Light&Lust (2006)

Creature Creature – PHANTOMS (2012)

Moran – HEROINE (2009)

Moran – jen:ga (2013)

杉本善徳 [Yoshinori Sugimoto] – HELLO (2007)

The Underneath – MOON FLOWER (2008)

Brother – Valhalla (2010)

ZORO – 「COSMO」・ステンレスミュージック [Stainless Music] (2008)

 

Part 6. Today’s VISUAL ROCK

ダウト [D=OUT] / SuG / HERO / v[NEU] / 己龍 [Kiryū] / BORN / THE KIDDIE / アヲイ [Awoi] / メガマソ [Megamasso] / ゴールデンボンバー [GOLDEN BOMBER] / DaizyStripper / AYABIE / exist†trace / アンド [AND] / YOHIO / THE MICRO HEAD 4N’S / DAMIJAW / defspiral / Royz / Lc5 / ギルド [Guild] / FEST VAINQUEUR / †яi¢к / ニンジャマンジャパン [Ninjaman Japan] / PIKO / 赤飯 [Sekihan] / BugLug / イガグリ千葉 [Igaguri Chiba] / R指定 [R-shitei] / AUBE / ユナイト [UNiTE.] / A「エース」 [ACE] / 樹威 [Jui] / YELLOW FRIED CHICKENz / DOGinTheパラレルワールドオーケストラ [DOGinThe Parallel World Orchestra] / DIAURA / Dear Loving / GOTCHAROCKA / MEJIBRAY

ダウト [D=OUT] – CARNIVAL浮世 [Ukiyo] (2010)

ダウト [D=OUT] – high collar (2012)

SuG – Tokyo Muzical Hotel (2010)

SuG – Thrill Ride Pirates (2011)

SuG – LOLLIPOP KINGDOM (2012)

HERO – Life (2011)

HERO – to you… (2012)

v[NEU] – LIMIT (2010)

v[NEU] – Restless (2012)

己龍 [Kiryū] –夢幻鳳影 [Mugen Hōyō] (2011)

己龍 [Kiryū] –朱花艶閃 [Shuka Ensen] (2012)

BORN – DOGMA (2011)

BORN – VIGOUR (2012)

THE KIDDIE – BRAVE NEW WORLD (2010)

THE KIDDIE – MAPIECE (2012)

アヲイ [Awoi] – バースディ [Birthday] (2012)

アヲイ [Awoi] – 葵~THE SECOND~ [Aoi] (2012)

メガマソ [Megamasso] – M of Beauty (2010)

メガマソ [Megamasso] – Loveless, more Loveless (2011)

ゴールデンボンバー [GOLDEN BOMBER] – ザ・ゴールデンベスト~Pressure~ [The Golden Best] (2010)

ゴールデンボンバー [GOLDEN BOMBER] – GOLDEN ALBUM (2012)

DaizyStripper – BIRTH (2010)

DaizyStripper – SIREN (2011)

DaizyStripper – AIR (2012)

AYABIE – ANSWER (2012)

exist†trace – VIRGIN (2012)

アンド [AND] – 宣戦布告 [Sensen fukoku] (2007)

YOHIO – Reach the Sky (2012)

THE MICRO HEAD 4N’S – A BEGINNING FROM THE END. (2012)

DAMIJAW – I Am (2010)

DAMIJAW – made from your heart (2012)

defspiral – PROGRESS (2011)

Royz – Revolution to New AGE (2011)

Lc5 – Lchronicle (2012)

ギルド [Guild] – GUILDED (2010)

FEST VAINQUEUR – GENERATION (2012)

†яi¢к – METHOD (2013)

ニンジャマンジャパン [Ninjaman Japan] – [Shinobu] (2010)

PIKO – 1PIKO (2011)

PIKO – 2PIKO (2012)

赤飯 [Sekihan] – EXIT TUNES PRESENTS SEKIHAN the GOLD (2011)

赤飯 [Sekihan] – EXIT TUNES PRESENTS SEKIHAN THE TREASURE (2012)

BugLug – G.A.G. (2012)

イガグリ千葉 [Igaguri Chiba] – 千葉の穴 vol.1 [Chiba no Ana] (2012)

R指定 [R-shitei] – 人間失格 [Ningen Shikkaku] (2010)

AUBE – ケミカルサーカス [Chemical Circus] (2012)

ユナイト [UNiTE.] – STARTiNG OVER’S (2011)

A「エース」 [ACE] – Tales for the Abyss (2012)

樹威 [Jui] – XI (2011)

YELLOW FRIED CHICKENz – YELLOW FRIED CHICKENz I (2012)

DOGinTheパラレルワールドオーケストラ [DOGinThe Parallel World Orchestra] – ONE (2011)

DOGinTheパラレルワールドオーケストラ [DOGinThe Parallel World Orchestra] – 101 (2011)

DIAURA – GENESIS (2012)

Dear Loving – その手に未来を [Sono te ni mirai o] (2013)

GOTCHAROCKA – Virginity (2012)

MEJIBRAY – Emotional【KARMA】 (2012)

#kisakigate, ou como reescrever o passado

A História da Civilização, segundo KISAKI

Há um debate em andamento no fórum Monochrome Heaven que questiona se as primeiras bandas formadas pelo KISAKI – Levia, LAYBIAL e SHËY≠DË – são reais e se suas discografias, como contadas por ele, existiram. O que começou como uma discussão entre fãs mais dedicados ganhou tons investigativos com a evidência de que o próprio KISAKI tem vendido fitas cassetes falsas dessas bandas em leilões online. Resumindo uma longa história, na tentativa de engordar seu currículo e levantar um troco, uma das maiores figuras mais importantes do visual kei está patinando numa sucessão inacreditável de trapalhadas, que conjuga imperícia, negligência e vaidade. Por que alguém que já é notoriamente considerado uma lenda dentro do cenário precisaria reescrever a própria biografia desta forma? É bem esquisito, mas bastante plausível.

Nascido em 10 de março em 1976, na província de Wakayama, Tadashi “KISAKI” Matsuura chegou ao auge da adolescência quando o X virou hit após o lançamento de BLUE BLOOD, em 1989. Sua voz ecoa com uma energia similar a de YOSHIKI: uma mistura de autoridade de líder com uma timidez quase infantil (ele está sempre desviando o sorriso encavalado das câmeras). De 1993 até 1997, integrou inúmeras bandas, incluindo o La:Sadie’s, que contava com membros que futuramente fundariam o Dir en grey. Em 1997, fundou o saudoso selo independente Matina, que se subdividia em vários braços diferentes por Osaka, Hokkaidō e região de Kanto. Nos seus cinco anos de existência, a Matina abarcou os principais talentos do cenário independente da época, incluindo grupos liderados pelo próprio KISAKI, como o MIRAGE e o Syndrome.

Após fechar as portas da primeira gravadora, KISAKI fundou a UNDER CODE PRODUCTION, peça fundamental na expansão do visual kei pelo Ocidente, graças à popularidade de bandas como Phantasmagoria, Vidoll, Nega e 12012 entre os fãs deste lado do planeta.

Apesar de talentoso, KISAKI tem alimentado uma má reputação há anos, com inúmeras polêmicas dentro e fora da carreira musical: fechou o selo Matina, afetado por má administração financeira e indícios de evasão de impostos, alegando supostos problemas de saúde; já na UNDER CODE PRODUCTION foi processado por sonegar 46 milhões de ienes em impostos em 2007; forjou uma hospitalização repentina no seu blog com fotos retiradas do Google; despejou dezenas de lançamentos caça-níqueis no mercado; reviveu inúmeras vezes suas empreitadas mais bem sucedidas, entre outros casos.

Ligando as pontas

B8_lYiMIAAIReOI

KISAKI quando garoto: de fã a ídolo

Quem tem um mínimo de intimidade com o visual kei sabe que sua expansão fora do Japão foi surfada numa onda doentia de troca de mp3 entre fãs ocidentais. Porém, mesmo numa cena rigorosamente documentada como essa, não há, além daquilo divulgado pelo próprio KISAKI, nenhum registro musical consistente da existência das primeiras três bandas formadas por ele entre meados de 1993 e o fim de 1994. Apesar da quantidade considerável de material supostamente lançado por Levia, LAYBIAL e SHËY≠DË, ninguém possui quaisquer músicas gravadas por elas. São grupos que efetivamente não existem fora das fontes oficiais, como o site oficial de KISAKI ou o livro BEYOND THE KINGDOM, lançado pela UNDER CODE PRODUTION em parceria com a revista FOOL’S MATE em 2007.

De acordo com a publicação, o Levia foi um trio extremamente popular em Wakayama, chegando a ganhar o status de super banda entre a imprensa e o público local. A boa reputação garantiu vários shows one-man* para o grupo. Já o LAYBIAL foi uma banda de positive punk de vida breve, que não fez mais do que sete shows com KISAKI na sua formação.

Até onde se tem notícia, os membros dessas bandas abandonaram a carreira musical e nunca mais participaram de nenhuma empreitada artística. Numa postagem de 2007 em seu blog, KISAKI diz que visitou o guitarrista do Levia, que hoje estaria casado com uma integrante do staff da banda na época. No entanto, a foto que ilustra o post não tem qualquer relação com texto. Mais verídica que as anteriores, o SHEY≠DE teve um integrante que continuou na cena, 紫緒 [Shio] (posteriormente no La:Sadie’s e HISKAREA, entre outros).

Falando em shows, há uma lista detalhada das apresentações feitas por ambos os grupos no livro (reproduzida aqui). Há também um comentário de 松本 博 [Hiroshi Matsumoto], dono da casa de show OLD TIME em Wakayama, sobre assistir essas empreitadas adolescentes de KISAKI por lá.

Uma pesquisa simples revela que uma banda chamada Levia tocou por bares da região de Chiba, como no CLUB GIO Ichikawa em 1993, na mesma época em que o Levia que nos interessa estava em atividade. O quarteto lançou uma fita cassete na época (confira a arte abaixo). Os dados não contradizem aqueles apresentados por KISAKI, pois seu Levia nunca se apresentou fora de Wakayama. No entanto, o LAYBIAL teria tocado no mesmo CLUB GIO Ichikawa em 1994, mas o arquivo da casa de shows para aquele ano infelizmente está em construção.

Serve também às conspirações o livro, o site oficial ou qualquer lugar da internet não apresentarem qualquer registro fotográfico do Levia ou LAYBIAL. A propósito, numa galeria publicada em uma revista dos anos 90, a foto creditada por KISAKI ao LAYBIAL, que era um quarteto, na verdade é do trio GARDEN, outra banda dele que existiu entre 1994 e 1995.

(Reprodução do fórum Monochrome Heaven)

Poderia ser somente um desencontro jornalístico, não fosse a data 19 de novembro de 1994 na legenda do registro de um show, que não bate com a lista de apresentações em BEYOND THE KINGDOM. A última apresentação dele com a banda foi em 20 de junho daquele ano. Apesar disso, o quarteto na mesma reportagem realmente pode ser o SHËY≠DË, já que 紫緒 [Shio] de fato aparece na foto.

(Reprodução do fórum Monochrome Heaven)

Tomando na mão grande

Como notado pelos membros do Monochrome Heaven, os títulos das faixas dos supostos lançamentos dessas três bandas são muito similares, quando não descaradamente iguais, a de grupos quase subterrâneos dos primórdios dos anos 90, coisas que somente um colecionador como o KISAKI poderia ter na coleção.

Os títulos de duas faixas de KELOID do Levia são os mesmos de傷痕 [Kizuato] do Nude of J. Fundado em Gunma no início de 1992, o Nude of J lançou algumas demos sob esse nome até virar Bijou em 1995. Apesar da pouca expressão, seus lançamentos circulam há alguns anos pela internet. Compare os títulos:

Levia – KELOID (1993/12/21): 1. KELOID, 2. PRAY

Nude Of J –傷痕 [Kizuato] (1992~1994?): 1. KELOID, 2. 恋に焦がれ愛に埋もれ [Koi ni kogare ai ni umore], 3. PRAY

O mesmo acontece com MISS do LAYBIAL, igual a dois lançamentos do VICE∞RISK, DejaVu/MISS… e Mother. Homônimo de outro grupo mais popular formado pelo músico Yayoi (fundador do selo Eternal e membro do Deadly Sanctuary), o VICE∞RISK não gravou mais do que duas demos antes de se separar. Como no caso do Nude of J, as gravações deles são de conhecimento público. Note como a ordem das músicas e os erros de grafia se repetem:

LAYBIAL – MISS (1994/5/1): 1. Dejavu, 2. MISS, 3. virgining Plesures, 4. Refuse, 5. MOTHER, 06. One More Love

VICE∞RISK – DejaVu/MISS… (1995): 1. DejaVu, 2. MISS…

VICE∞RISK – Mother (1996): 1. Virgining Plesures, 2. Refuse, 3. Mother, 4. One More Love

Já a arte gráfica (ao lado) e os títulos de 瑠璃の雫 [Ruri no Shizuki] do SHËY≠DË são os mesmos de uma demo do INSANITY, o grupo mais desconhecido entre os assaltados até aqui, mas ainda assim indiscutivelmente real. Repare no troca-troca de nomes:

SHËY≠DË –瑠璃の雫 [Ruri no Shizuki] (1994/9/1): 1. insanity, 2. XXXXX, 3. 夢遊病者 [Muyūbyō-sha]

INSANITY – demo (????): 1. 恋模様 [Koi moyō], 2. Desert Labyrinth, 3. 瑠璃の雫 [Ruri no Shizuki]

O patrão ficou maluco

Há pouco mais de um ano, um usuário do Yahoo! Auctions chamado myth_ceo tem chamado atenção por colocar diversos exemplares de todo tipo de memorabilia rara e inédita envolvendo o KISAKI para leilão, incluindo material até então inédito das bandas discutidas aqui.

O myth_ceo (com esse CEO aí dá para ver que discrição não é o forte do cara) fechou sua conta, mas outro usuário de nome iyoiyox passou a vender as mesmas raridades. De acordo com fãs do Monochrome Heaven, até mesmo itens pessoais e samples de outros artistas aparecem para negócio. Numa das coincidências mais curiosas, KISAKI postou no seu blog que membros do SID lhe deram samples de seu novo single, que no dia seguinte estavam sendo vendidos pela conta no Yahoo! Auctions.

myth_ceo-thumb-1389168676323908Entre as mercadorias, a que mais chama atenção é uma fita cassete que teria sido distribuída nos shows de 24 e 25 de dezembro de 1993 do Levia. Reconhece a imagem ao lado? A arte gráfica no anúncio e o conteúdo da fita são do Levia homônimo citado em anteriormente. Mero acaso ou mais uma peça da falcatrua, a fita se chama 滅びの序章 [Horobi no joshō], enquanto a suposta primeira demo do Levia do KISAKI foi nomeada 滅序章 [Metsu joshō], quase a mesma escrita.

Outro anúncio do myth_ceo promete a fita cassete de KELOID do Levia. Dê o play e o que você ouvirá é 傷痕 [Kizuato] do Nude of J, aquela também plagiada na análise dos títulos.

O mesmo vendedor também negocia uma fita chamada 「KELOID」-Not For Sale-, que conta somente com a faixa-título, por sinal, uma música totalmente diferente da “KELOID” na primeira. Enquanto a anterior atinge os 5min30seg, esta não passa dos 2min40seg. Guarde essa informação…

Arquivos mp3 ripados de um cassete de Dark Side do SHËY≠DË, cedidos por um colecionador para uma usuária do Monochrome Heaven no meio de toda esta polêmica, na verdade são as músicas “CRIME” e “FUNERAL” do 業 [Karma], primeira banda de Rietto do Da’vidノ使徒:aL [D’avid shito al]. Não se sabe a origem dessa fita, mas o caso é quase o mesmo das vendidas pelo myth_ceo. A única diferença é que não existe um tracklist oficial para Dark Side, apenas o registro do lançamento.

Agora, o 360 da Babilônia: a “KELOID” em「KELOID」-Not For Sale- é a mesma música que “FUNERAL” de Dark Side do SHËY≠DE, que na verdade é uma música do 業 [Karma]!!!

Reescrevendo a história

É improvável, mas não impossível, que KISAKI tenha sustentado a existência de bandas de mentira por tantos anos, mesmo antes de ter se tornado uma lenda digna de livros e especiais em revistas. Por fim, o que indica a análise de todas essas informações, é que, se realmente existiram, Levia, LAYBIAL e SHËY≠DË não passaram de bandas de garagem sem qualquer registro musical, que tiveram suas histórias enriquecidas com fotos reaproveitadas e lançamentos falsos por pura vaidade.

Diante de uma carreira de sucesso como a do KISAKI, é difícil compreender os motivos que o levaram a forjar toda esta trama. A autenticidade dessas bandas anteciparia o início da carreira dele em pouco mais de um ano, e, apesar da raridade, os leilões desses lançamentos não atingem valores nem perto de astronômicos. Na verdade, a existência dos três grupos nem sequer enobrece o legado dele para a história do visual kei. Mesmo empreitadas posteriores que comprovadamente existem, como o GARDEN ou STELLA MARIA, são de interesse apenas para colecionadores ávidos e completistas.

Mas, dito isto, existe uma importância documental no KISAKIgate que vai além do caça às bruxas. Os fãs japoneses não são afeitos ao passado e evaporam da cena com a mesma velocidade que nasce um novo clone do the GazettE, e a imprensa especializada, nesse caso, parece ser conivente, ou, no mínimo, também cai repetidamente na mesma mentira há décadas. Quando se trata de visual kei, resta ao Ocidente fazer memória, mesmo que à distância.

* Como os japoneses costumam chamar os eventos onde somente uma banda se apresenta, diferente do habitual amontoado de apresentações curtas de diferentes atrações numa só noite.